Hoje eu não vim até aqui como uma redatora deste blog. Hoje eu vim como consumidora. E sabe por quê? Porque todo consumidor quer falar, quer ser ouvido. Todo consumidor quer ser encantado, quer ter suas expectativas superadas. Porque somos seres humanos e temos necessidades fisiológicas, psicológicas e sociais. E uma empresa só existe porque tem o papel de atender as minhas necessidades.

Todo mundo sabe a era que estamos vivendo. A era da comunicação, da Internet, das redes sociais. Tá! Mas o que isso significa mesmo? Significa que é FÁCIL encontrar uma empresa, um produto, uma pessoa. Que é fácil descobrir as opiniões alheias, saber mais da vida alheia. Que é fácil construir uma grandiosa marca em apenas 140 caracteres, bem como é fácil destruir uma reputação com um vídeo de 30 segundos.

As informações se espalham como vírus, e não há antídoto para isso. Ainda bem! Ou então tudo continuaria obscuro, oculto e difícil. E a famosa Geração Y odeia dificuldades, detesta demora, e tem idéias brilhantes todos os dias.

Hoje eu sei o que as pessoas vestem, o que as pessoas compram, o carro com que andam e com quem se relacionam sem precisar reunir toda a vizinhança para um chá. Eu sei o que está acontecendo do outro lado do mundo, com a mesma velocidade com que descubro o que acontece do outro lado da rua. Eu sei de muita coisa. Todos nós sabemos.

E é aí que entra a dificuldade das empresas. Seus consumidores já sabem tudo. Já conhecem tudo. Ou pelo menos o necessário. Então, o Marketeiro esquecido em uma saleta sem ventilação e com seu Windows 98 renasce. E começa a receber a devida atenção… Pois cabe a ele descobrir o que o consumidor ainda não descobriu, e faze-lo querer o que não imaginava existir. Tarefa difícil.

Pois bem. Agora você deve estar entendendo porque quase nada te surpreende, quase nada te satisfaz. E porque de repente um nada, uma ação tão insignificante faz tanto significado e mexe com seus sentimentos, ativando seu cérebro pro “eu quero”, e te colocando em um grupo seleto de consumidores especiais. Sim… Foram eles, Marketeiros, que ganharam um Notebook de última geração e um novíssimo condicionador de ar.

E isso fez com que eles sentissem vontade de descobrir um desejo seu que você ainda não havia descoberto. Foram eles, e a tecnologia, e a comunicação, e o 3G, e a Web 2.0, e as redes sociais que transformaram você em um cliente especial, que pertence a um grupo único, com necessidades únicas e que consome produtos personalizados.

Foram eles que deixaram de fazer propaganda para estabelecerem relacionamentos. Foram eles que deixaram de vender para te ajudar a comprar. Foram eles que deixaram de ser empregados para se tornarem colaboradores. Foram eles que deram a você o poder de acessar a internet do mesmo aparelho que você telefona.

E sim, tudo isso é fantástico.

Sim, pois deixaram de falar de suas empresas para ouvirem o que você tem a dizer. Deixaram de ser fornecedores de produtos e serviços para serem informantes, para distribuírem conhecimento, proporcionar lazer e diversão, e imprimir as suas marcas na sua vida e no seu jeito de ser.

Eles fizeram Marketing de Conteúdo.

E vão fazer muito mais.


sexta-feira, 29 abril - 2011
por


  1. Deixe aqui o seu comentário.



0

Spam protection by WP Captcha-Free


Tweetar